Cena do Crime

17425845_10208479515134607_3667701785211162154_n

No episódio da útima quinta feira 23/03, nossos pequenos investigadores simularam o atendimento na cena do crime. Objetivo de aprendizagem foi discutir os papéis dos diferentes profissionais, integrantes de uma equipe forense. Convidamos alguns alunos para serem os protagonistas e nos auxiliarem na montagem da cena do crime: um aluno, por exemplo, representou o morto. Outros, por exemplos, incorporaram o papel de policiais e peritos. Num primeiro momento, os alunos puderam agir naturalmente, de acordo com suas concepções prévias e conhecimentos adquiridos ao assistir séries policiais como CSI, Bones, Dexter, dentre outras. Em seguida, os papéis foram discutidos e esclarecidos, estabelecendo como cada profissional que atua na cena. Por exemplo, o policial que geralmente é o primeiro a chegar no local do crime e isola a área (entra em cena ai a nossa fita amarela mágica que tanto encanta os alunos). Os policiais podem conversar com as testemunhas ou até mesmo analisar os sinais vitais da vítima, etc…. Após a verificação do corpo da vítima, outros profissionais chegam para coletar evidências e liberar o corpo. E teve até médico legista e motorista da viatura do IML!!!Foi demais! Veja o nosso filme no link a seguir! Cena do crime

Socklab – Trace evidences

A #curiosidade é o pavio da vela da aprendizagem.
O mistério, o #encantamento e o significado são ingredientes básicos que têm motivado nossos alunos a se envolverem 100% do tempo nas atividades proposta pelo #BandForense.

Durante a semana, nossos pequenos #investigadores tiveram que andar de meia por lugares inusitados. Neste segundo episódio, as meias foram recolhidas e embaralhadas pela nossa equipe. O #desafio foi investigar minuciosamente a meia e levantar hipóteses sobre o local que o colega passeou com a meia. Com auxílio de #luvas, pinças, lupas e #microscopia óptica, nossos alunos começaram uma busca frenética por partículas sólidas, orgânicas e tipos de tecidos fixados. Eles tiveram que selecionar as evidências encontradas, descrevê-las e desenhá-las a fim de criar um documento consistente de estudo forense.

É impressionante como o microscópio encanta os alunos. Eles ficam fascinados quando veem pequenas folhas aumentadas dezenas de vezes. É um novo #universo que estão descobrindo. E como eles gostam de usar luvas, mesmo quando percebem que elas podem mais atrapalhar do que ajudar. Parece que é uma #vontade intrínseca que carregamos de representar outros personagens, de assumir outras posições, de viver a vida de outra pessoa, no caso em discussão, de um perito forense. Não se trata apenas da vontade e curiosidade de #estudar um fenômeno, mas de vivê-lo com responsabilidade, com respeito e comprometimento, tal como faz qualquer #profissional #competente da área.

Muito feliz com o #percurso de aprendizagem desses jovens investigadores. Muito feliz pela #equipe linda que tenho a oportunidade de trabalhar! Muito feliz de me #encantar por algo que eu #amo fazer!

Tiago Eugênio

Primeiro episódio: violência contra a mulher

O que é evidência? O que não é?

E no famoso caso Mércia Nakashima, quais são as evidências? O que definiu o caso?

Neste dia 09/03 iniciamos as atividades do projeto abordando um caso brasileiro, real e cruel de violência contra a mulher. Muita discussão, muito aprendizado!

Como foi este primeiro episódio? Segundo o professor Tiago Eugênio:

“Começou o curso mais eletrizante e misterioso! Está no ar a sexta temporada do #BandForense. Quanta alegria!!! Nesse primeiro episódio, trabalhamos com o conceito de #evidência e sua importância para uma investigação científica. Realizamos uma atividade de construção de um board, levantando e sistematizando os conhecimentos prévios dos alunos acerca das evidencias. Após essa etapa, iniciamos o primeiro caso “Meias Verdades”, o qual abordou o famoso e triste caso de assassinato de #Mercia Nakashima. A experiência #gamificada permitiu os alunos realizarem uma busca de evidências no quarto do suspeito. Em um #jogo de #pointToClick, os alunos coletaram sapatos, garrafas e o celular. Utilizando o celular, os alunos eram encaminhados para imagens, informações e mapas que ajudavam os alunos na investigação. #QRcodes e senhas espalhadas, deixaram a experiência mais difícil e #divertida. No final, uma evidência inusitada fechou o caso. Para dar uma pitada de realismo puro, fechamos a aula com um vídeo retratando o caso de maneira geral e mostrando para os alunos que a história vivenciada era real e que os desafios simulados no jogo eram bastante parecidos com os enfrentados pelos profissionais de #verdade. Ah, e cada grupo filmou toda a experiência, gerando um registro lindão para todos!!! É muito #amor e aprendizagens no BandForense!”

E lá vamos nós para mais um ano!

Processo Seletivo para Temporada 2017 a todo vapor!

No último dia 23/02, quinta feira, tivemos o prazer de receber aproximadamente 70 inscritos para participar do Processo Seletivo da Temporada 2017 do Projeto BandForense.

Os candidatos a investigadores vieram  bem animados e foram recebidos na nossa sala de treinamento E1, onde foram desafiados a escrever um depoimento pessoal para, em seguida, na área da biblioteca do Band, em grupo , produzirem um vídeo de cunho forense sobre o triste acidente com o avião da Chapecoense.

E saiu cada trabalho!

Estamos analisando tudo e logo mais, na próxima segunda feira dia 06/03, teremos os vinte investigadores selecionados divulgados no Moodle, ás 12h, no Curso do Laboratório de Física!

O primeiro episódio da temporada será logo na próxima quinta feira, dia 09/03 às 10h na sala E1!  Boa sorte a todos!

Temporada 2017 – Inscrições aqui!

O BandForense é um projeto destinado aos alunos dos nonos anos e já completa agora sua sexta temporada! Os episódios acontecem todas as quintas feiras a partir das 10h até 11h40. Nada como aprender ciências no contexto das investigações forenses! As inscrições para o projeto seguem até a próxima quarta feira. Na quinta feira, dia 23/02, acontecerá o processo de seleção! Agilize sua inscrição!

2017 Poster de divulgação BandForense

FORMATURA 2016 – PAIS ENVOLVIDOS E “CRIME SOLVED”!

 

Todos se envolvem e resolvem.

A cerimônia de encerramento do BandForense de 2016 foi marcante. Desde a recepção dos pais com a Parede Viva mostrando em Realidade Aumentada o cotidiano do projeto até a elucidação do caso policial, tudo, foi planejado e realizado pelos alunos. Salgadinhos e docinhos foram elaborados com capricho e bom gosto. Ótimo gosto!

Os detalhes impressionaram: o vídeo que os convidados assistiram e o grito posterior criando o clima do crime, foi dramático. O surgimento do cadáver na biblioteca foi inesperado. Todos foram convidados a descobrir o criminoso a partir da análise de impressões digitais e os tipos de sangue nos laboratórios de Biologia.

Outra descoberta, outro cadáver.

No “covil”, os dois corpos femininos estavam maquiados pelo grupo de alunos da Faculdade de Medicina da Santa Casa que trabalha com a equipe de primeiros socorros e faz treinamento para os alunos dos 8.os anos e funcionários do colégio. Caracterizados, envolvidos por bonecas e bichos de pelúcia, completavam a cena do crime. Detalhes importantes eram desvendados pelos convidados ao ler um diário macabro previamente elaborado pelos alunos.

Os convidados se deixaram levar pela trama, participando ativamente.

Depois de participar da oficinas ministradas pelos formandos e de solucionar o intrincado crime, pais e amigos assistiram orgulhosos  a entrega de certificados de conclusão e tiveram  a certeza do sucesso.

“Participar do BandForense foi algo muito marcante e divertido. Aprendi coisas que nem imaginei quando me inscrevi ”, escreveu Giullia Pipolo sobre o projeto.

“Gostei muito de participar do BandForense pois foi uma experiência única. Aprendi coisas muito interessantes e divertidas. Acho que o projeto da formatura ficou bem legal, tirando o fato de que ocorreram alguns erros, mas no final deu tudo certo. Obrigada. ” Flávia Fiori.

“O BandForense, até agora, foi a melhor e mais interessante experiência da minha vida. Foi maravilhoso desde a primeira aula até a última apresentação. Deu muito trabalho, mas foi superdivertido e gratificante, principalmente no último caso, que os pais resolveram. Agradeço muito ao BandForense por essa experiência única e sensacional. ” Isabella Pascucci.

Sob a coordenação de Cristiana Mattos Assumpção, ministraram o curso deste ano Maria Lúcia Pereira Soares, Marta Rabello, Tiago Eugênio e Thaís Milani Bianco, contando com a assessoria do perito criminal do IC -SP, Júlio de Carvalho Ponce.

Para os professores o sucesso do projeto se traduz no interesse, envolvimento, empolgação e apropriação dos conhecimentos pelos alunos. Já deixaram saudades!img_2066 img_2067 whatsapp-image-2016-11-08-at-23-35-25-1 whatsapp-image-2016-11-08-at-23-35-25 whatsapp-image-2016-11-08-at-23-35-22 whatsapp-image-2016-11-08-at-23-35-21 whatsapp-image-2016-11-08-at-23-35-19-1 whatsapp-image-2016-11-08-at-23-35-19 whatsapp-image-2016-11-08-at-23-35-16 whatsapp-image-2016-11-08-at-23-35-15-1 whatsapp-image-2016-11-08-at-23-35-15 download download-1 download-2

 

 

 

 

DNA e ELETROFORESE: CRIME SOLVED!

E se o crime se tornar realmente muito difícil de solucionar? Se todas as outras estratégias e técnicas se mostrarem insuficientes? Como resolver?

Apesar de ser um conceito elaborado, normalmente discutido nas terceiras séries do ensino médio, o BandForense enfrenta esta parada e os alunos do nono ano são colocados frente a frente com o conceito de DNA e com a técnica de ELETROFORESE! E se saem muito bem, mostrando paciência, destreza e determinação! Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura do DNA, a importância das #enzimas de restrição para cortar o material #genético, preparar uma cuba de eletroforese e pipetar amostras de #DNA. Foi demais!!!!

 

14449840_10207077509565344_6098999040323850665_n14484992_10207077511285387_6026190348751905657_n14492336_10207077508285312_752409775729149468_n14494798_10207077508605320_8509599503923566056_n14516449_10207077510565369_6160016228816064445_n14517363_10207077509165334_5654973325242908027_n14517598_10207077511565394_6437302342179234513_n14469657_1292958650722506_1836776358301247639_n14448817_1292958577389180_5195256649341627806_n14492337_1292958594055845_5900976628672712730_n 14520515_1292958617389176_2227149916014421927_n

BANDFORENSE GO!

Hoje o profs. Tiago, Lucia e Thais se superaram! O ensino da entomologia foi levado a outro nível! Aplicaram #realidadeaumentada ao episódio de hoje, causando muito! Um jogo: #BandForense GO colocou todos os nossos investigadores numa busca frenética por artrópodes para colecionar e alimentar sua artropodex! E tudo isso ainda dentro do  Caso Pistas Vivas, iniciado no episódio anterior! 14088487_10206825515985662_6296177759925244277_n

14045802_1431421733540988_3109311216719901016_n 14054917_1431421846874310_4664712447918862206_n 14068148_1431438446872650_6756261627299631166_n 14080051_1431421446874350_2335885078874606118_n 14102737_1431438523539309_3779721152203708197_n 14117793_1431421950207633_2451857085586710198_n14045596_1431452170204611_3724662072746533900_n 14055101_1431450036871491_3461167041412044002_n 14068148_1431438446872650_6756261627299631166_n 14088414_1431449966871498_1912601743715544827_n

PISTAS VIVAS: o mais recente caso desafiando nossos peritos.

Este  segundo semestre da 5a. Temporada do BandForense começou com o estudo da Morte: definição, tipos, causas e mecanismos da morte. Há quanto tempo aconteceu? Livor, Algor e Rigor Mortis servem como marcadores do tempo, indicadores que mostram o momento aproximado no qual a vítima veio a óbito. O que mais pode ser usado como indicador? Outras formas de vida podem fazer esse trabalho muito bem.

Logo no segundo episódio uma caso sinistro e intrigante. Segundo o professor Tiago Eugênio: “O caso 05 do ‪#‎Bandforense‬ promete um estudo minucioso de pistas pequenas rastejantes, voadoras e algumas delas bem nojentas. Bones é o nosso gatilho popcultural e o caso “Pistas Vivas” é o nosso storyline que levará o aluno a refletir sobre a importância do conhecimento da‪#‎biodiversidade‬ e do ciclo de vida de artrópodes para uma ‪#‎investigação ‬criminal.

Desenhamos um caso para explorar termos como livor, algor e rigor e procedimentos de autópsia. O aluno, por meio de um game criado pela nossa equipe, deverá fazer a busca de um corpo e realizar algumas análises utilizando diferentes ‪#‎instrumentos‬ típicos de ‪#‎laboratório‬(microscópio, termômetro, infravermelho, pinça). As simulações serão feitas em ambiente digital, exceto a do microscópio. O ponto alto do caso é a análise subsequente, a de um misterioso farelo encontrado próximo ao corpo da ‪#‎vítima‬.

Neste momento, a aplicação digital encaminhará o aluno para estações de análise, nas quais serão realizados testes e construção de padrões (grupos controles). A partir desse controle construído pelos próprios alunos, eles terão que determinar o que é, de fato, este farelo.

A atividade fica mais ‪#‎interessante‬ quando, ali no meio do farelo, ele visualiza pupas e larvas de ‪#‎tenebrio‬ (besouro).

Como num filme ou seriado estilo ‪#‎Lost‬, tentaremos desvendar os mistérios daquele corpo encontrado em uma praia do Rio Grande do Norte. A início do enigma está justamente nos ‪#‎insetos‬ que abrirá um universo de possibilidades de exploração e estudo da fauna associada ao corpo…”

Muito conhecimento, ação e divertimento. Assim é o BandForense!13925032_10208140854491407_8948785617707697571_n 14022245_10208140854611410_3462837240128190455_n 14046156_1255785507773154_4816400335088578123_n 13962595_1255812744437097_4051393542912477888_n 14034866_1255812824437089_2827334115547500744_n14068135_1255819484436423_6436245153217647550_n14051652_1255785541106484_4496813626798606545_n 14051698_10208140853531383_4306988411612519217_n 14054591_10206775955826689_3912328662166424372_o 14054987_1255785504439821_6829660050365955485_n 14067641_10208140853451381_4722494451979567484_n 14067661_1255785534439818_2779296399003525759_n 14068302_10208140854051396_8918230385355958684_n 13938525_1255807881104250_4269024609698204987_n

 

BALÍSTICA COM O PERITO JULIO DE CARVALHO PONCE

13407241_10206366147021725_4915130446795060227_n

E assim termina o semestre da 5a. temporada do BandForense 2016. O perito Julio de Carvalho Ponce do IC – SP fecha o semestre com uma discussão sobre balística. Para iniciar, uma reflexão sobre o ocorrido em Orlando, cidade na qual 50 pessoas foram mortas a queima roupa durante uma festa GLS. O perito comentou sobre  e necessidade da sociedade em geral ponderar sobre o acesso as armas.

“Tenho porte de arma, ando com ela sempre durante o meu expediente, mas jamais a saquei para exibi-la e brincar. Arma nâo é brincadeira, nunca brinquem com uma arma”, alertou.

Em seguida, apresentou ao grupo noções de balística como projéteis, marcas, tipos de armas, resíduos coletados em diferentes cenas do crime visitadas pelo profissional. Os alunos tiveram a oportunidade de acompanhar por meio de fotos o passo a passo de um processo de perícia, relacionando com assumtos discutidos anteriormente. Em um caso, por exemplo, Julio comentou sobre o formato das gotas de sangue e como isso pode ser determinante para caracterizar ou nâo uma ocorrência de legítima defesa.

Uma aluna voluntária deitou no chāo, simulando um cadáver. Uma foto foi fixada ao lado da cabeça que mostrava ferimento na cabeça e que apresentava um cartucho de projétill ao lado e os demais colegas apontaram e coletaram  essas e outras evidências, como marcas na parede. Também analisaram imagens adicionais do local do crime e do ferimento.

Segundo a máxima da perícia, “todo contato deixa algum vestígio”,  como explicar o resíduo de pólvora encontrado nos dedos da própria garota atingida pelo disparo ? Suicídio? Mas como? Se  ela tinha os braços cruzados sobre o corpo! Mas nossos investigadores desvendaram o mistério! Com a ajuda do Júlio, é claro!

Agora: férias e descanso para,  em agosto,    continuarmos a 5a. temporada com o mesmo envolvimento e a mesma animação deste primeiro semestre!

Boas férias!

13406738_10206366147781744_195529174925147653_n 13407309_10206366145541688_2903825500015217780_n 13419246_10206366145581689_5065806882903572402_n 13428581_10206366148261756_7389837858135260356_n