BandForense “investiga” o perito criminal do IC-SP, Julio de Carvalho Ponce.

Jovem, descolado e divertido. Assim é o perito que insere o BandForense no contexto criminal brasileiro e, mais especificamente, paulista. Julio de Carvalho Ponce, formado em Ciências Moleculares USP e perito do Núcleo de Toxicologia Forense  do Instituto de Criminalística-IC SP, oferece referências reais e práticas fundamentadas na sua brilhante formação e competentíssima atuação.  E foi assim este episódio: olhos brilhando de admiração ao participar desse encontro com a verdadeira profissão de perito criminal. O que se estuda? Como é o treinamento? Em que área se pode atuar? O que é feito na cena do crime? O que é feito em laboratório? Muitas perguntas, profundas e inteligentes permearam o encontro que se encerrou com um desafio: sem mostrar fotos reais, mas apenas descrevendo e simulando o caso com uma encenação dos próprios alunos, o perito conduziu a turma com algumas perguntas e ao final, nossos investigadores resolveram o caso! E, tudo isso sendo registrado pelo canal SBT, TV Bandeirantes!

 

11412141_10204265658750831_6831167430739006425_n 11110250_10204265631070139_1435276951781671787_n 11109495_10204234265246013_575301392713050234_n 11535916_10204265497066789_8350879897451430636_n IMG_0450 IMG_0449 IMG_0448 IMG_0432 FullSizeRender IMG_0434 IMG_0435 IMG_0437 IMG_0441 IMG_0443 IMG_0444 IMG_0445 IMG_0429 badge211401479_10204275379633847_5227631506317960675_n11235386_10204275824924979_8937663247515406016_n

Blood Spatter: gotas de sangue revelando a verdade.

Último episódio eletrizante! Tudo começou com um novo desafio de tipagem: cinco amostras de sangue de cinco pessoas diferentes, cinco grupos analisando e um resultado perfeito. Técnica dominada pois todos acertaram e, ainda mais, souberam explicar perfeitamente seus critérios e resultados! Em seguida entra em cena o perito especializado em análise de espalhamento de gotas de sangue: um vídeo do Dexter, apresentando três análises de gotas compiladas  em três episódios diferentes. Com isso, sobrou motivação para discutir a teoria que explica o comportamento das gotas e de seus padrões, entendendo a força da gravidade, a tensão superficial, a coesão e a adesão. Depois de uma boa discussão partimos para a prática, com o objetivo de responder a pergunta: como fica o diâmetro da gota que cai perpendicularmente à superfície plana, à medida que aumenta a altura da queda? Hipóteses foram levantadas e mãos a obra! E tudo isso que aconteceu nesse episódio foi inteiramente registrado  por uma repórter e um fotógrafo do Estadão, levando para o mundo nossas realizações! BandForense: sucesso total!

11329871_1127181470631684_1853846777856504147_n 22503_658271007608151_7297364689042941509_n 22511_1075626105800486_5953891024983642964_n 11109495_10204234265246013_575301392713050234_n 11148725_658338910934694_3148192347093918125_n 11150492_658272127608039_5014800445297049769_n 11329871_1127181470631684_1853846777856504147_n 11377150_658271090941476_3462486964089401297_n 11391247_658271077608144_3997539229451409052_n 11391438_658271057608146_6428684859010996939_n 11391472_957038164336054_5437245342885137376_n 11391679_658272114274707_5789210740840649003_n 11391744_658270927608159_6988813064485566946_n 11392924_1127179740631857_8132552819016840241_n 11393183_658270944274824_1226596248768014861_n 11401122_658270957608156_7161453581111514089_n 11401233_1127229740626857_1821005883223982714_n 11401301_658270914274827_6998747723196848849_n 11401302_1127179697298528_8063427323841225405_n 11401356_1127179713965193_3627030801447114966_n 11401558_658271037608148_7320522641341850904_n 11406919_658270977608154_6309766258914370642_n 11417663_658272144274704_4070456041086913004_n